Central de atendimento (11) 4200-7802 Segunda a Sexta-Feira, da 08h às 12h /13h às 18h WhatsApp(11) 9458-58182


Como usar uma mesinha de centro em espaços pequenos

Imagem Blog

02 de JULHO de 2019


Espaços pequenos geralmente pedem por soluções inteligentes. Quem mora em um apartamento com menos espaço ou em uma casa com cômodos mais apertados sabe bem da necessidade de sempre reinventar a decoração para deixar o lugar mais espaçoso, bonito e confortável. Um bom exemplo dessas alternativas é o uso da mesinha de centro, que pode tanto servir como objeto de decoração quanto como uma forma de otimizar o espaço, guardando pertences e até mesmo plantas sobre ela.

 

Pensando em toda essa versatilidade, separamos alguns modelos e estilos de mesinha de centro e como escolher a sua de acordo com a decoração do ambiente. Confira!

 

Verifique seu espaço: o espaço disponível para a mesa é muito importante. Não resolve em nada o seu problema colocar uma mesinha de centro muito grande em um cômodo apertado. Mesmo que ela sirva para guardar alguns objetos, você terá dificuldade de se movimentar e o espaço ficará poluído. Se o espaço disponível for pouco, talvez o ideal seja apostar em alternativas menores, como as mesinhas de apoio.

 

 

Altura é importante: isso diz respeito tanto à cara que você quer dar ao ambiente quanto ao objetivo da mesinha de centro. Uma mesa muito baixa que será utilizada para apoiar objetos ou coisas como copos e pratos não é o ideal. Em geral, elas tem uma altura que vai até o joelho de uma pessoa, em torno de 50 a 60 centímetros. Assim, é possível que os objetos fiquem visíveis e destacados, mas sem chamar tanta atenção. Móveis mais altos podem interferir no ambiente, então é necessário pensar no uso ideal do móvel. 

 

Pense na estética: funcionalidade é importante, mas o visual e a decoração também. Dessa forma, sua mesinha de centro deve combinar com o restante dos móveis, tanto em cor quanto em modelo e estilo. Uma mesinha de vidro e moderna em um ambiente com móveis rústicos e de madeira geralmente não combinam. Mas não é regra, tudo depende do aspecto que você quer dar para a peça. Por isso, pense em tudo, desde o tamanho e o material até a cor e o estilo da arquitetura do móvel. Lembre-se de que são os detalhes que fazem a diferença nessas horas.

 

Pense no material: vidro, metal, madeira, acrílico... Tudo vale! Antes de adquirir a sua mesinha de centro, esse é um tópico muito importante, pois diz respeito à estética, durabilidade, resistência e longevidade do seu móvel. Vidro, metal e acrílico são peças mais leves, fáceis de deslocar e que combinam, geralmente, com uma decoração mais minimalista. Já materiais resistentes como madeira e pedra dão um ar mais rústico à decoração, e também são mais difíceis de mover de lugar.

Você quer uma mesa mais resistente, de madeira, ou mais moderna, de acrílico? Tanto faz. Basta que você tenha em mente o que deseja do móvel. Materiais alternativas como pallets e caixotes de feira também pode ser utilizados, o importante é que eles combinem com o restante da decoração.

 

Escolha a cor: muito importante na hora de complementar a decoração. O ideal aqui é pensar que o objetivo é destacar ou suavizar a presença da mesinha de centro. Mesas de vidro, madeira ou cores neutras como branco e preto não chamam tanto a atenção, assim como estofados coloridos e estampados ou superfície com cores fortes são utilizados para destacar o local, apostando em uma decoração mais ousada e moderna. Lembre-se sempre de, quando usar cores vivas, harmonizá-las com os outros tons do ambiente.

 

E para deixar a decoração de espaços pequenos ainda mais incrível, confira todas nossas opções de mesinhas de centro que esperam por você!

 


OUTRAS NOTICIAS RELACIONADAS



RECEBA NOVIDADES E PROMOÇÕES EXCLUSIVAS